Uncategorized

Sobre a língua alemã

Eu não costumo falar muito sobre a língua alemã, já que o blog é mais sobre curiosidades do país, e tal. Mas fiquei pensando que talvez valesse a pena abordar uma questão importante que ocorre sempre a quem pensa (ou não pensa) em aprender alemão:

Alemão é uma língua feia?

Eu achava que sim, e parei de achar quando comecei a aprender a língua. A primeira coisa que eu percebi foi a suavidade de alguns sons. Tipo, digamos, a palavra Tag, que significa dia. Tag eles não falam com um G forte, soa quase como “tak”, um g bem suave. Outras consoantes soam assim mais suaves também em algumas palavras.

Claro que o som do R, que é bem forte, às vezes faz a língua soar meio feia. Mas mesmo o R só soa ruim quando pronunciado com mais intensidade que o necessário. Em alguns casos, o R nem é pronunciado, tipo no final de palavras, depois de vogais. Mutter (mãe), por exemplo, o ER no final é pronunciado mais como um A. Mir (mim) por exemplo, pronuncia-se “Mía”. O R no final vira quase um A, é muito louco.

Outro som que as vezes soa bem ruim é o som do CH depois de A, O e U. Doch, Ach, Rauch. Também soa um pouco como um R forte. (é muito difícil descrever em português sons que não existem em português, né. Mas minha intenção não é ensinar como se pronuncia o alemão, mas falar sobre a língua, mesmo, então não se preocupe tanto com os detalhes)

Mas eu acho que não é nada disso que faz com que alemão seja uma língua “feia” de acordo com a opinião de muita gente. Todas as línguas tem um ou outro som que soa meio estranho e desagradável a ouvidos alheios. Eu tenho uma teoria de que as pessoas só dizem que alemão é uma língua “feia” porque a maioria das pessoas só conhecem a língua alemã de filmes de segunda guerra. Onde, claro, as pessoas falando alemão são nazistas gritando coisas horríveis. E é óbvio que alguém gritando algo ofensivo e violento, seja em que língua for, vai soar totalmente horrível. E se esse é o único alemão com que você teve contato, é óbvio que vc vai achar que alemão é uma língua totalmente péssima que você nunca quer aprender.

Eu, por exemplo, nunca tinha tido interesse em aprender alemão até conhecer o namorado alemão. Aprendi um monte de língua, mas alemão, nunca. E por ironia da vida, era justo alemão que eu tinha que ter aprendido, hehehe.

Mas para provar que alemão poder soar super fofinho, basta ouvir uma criança fofa falando alemão. Não sobram dúvidas. Para mostrar, peguei como exemplo o trailer do novo filme do Snoopy (vi esse trailer esses dias no cinema e achei um ótimo exemplo):

Talvez você já tenha visto algum vídeo desses comparando palavras em várias línguas, no qual a palavra em alemão é sempre dita de maneira agressiva e híper exagerada, para soar horrível? Que tal esse aqui pra te fazer crer o contrário?

Basicamente o alemão que você acha que soa ruim é o alemão falado da maneira como essas pessoas nesse vídeo estão falando as outras línguas!

Portanto, se você estiver planejando vir para a Alemanha, não tenha medo de aprender o alemão. Não é a língua mais fácil de todo tempo, mas certamente não é a mais feia nem a mais difícil, também.

Adendo: me perguntaram lá no facebook sobre os diferentes sotaques de alemão. Uma coisa curiosa aqui, é que alemães diferentes são chamados de “dialetos”, não de sotaques. Isso porque existe um alemão padrão, inclusive com pronúncia padrão, que é o que eles chamam de Hochdeutsch, É o alemão que se aprende nas escolas, que é falado em situações oficiais, etc. Variações são então chamadas de dialetos, pq não são consideradas o alemão correto. É diferente da gente no Brasil. Nossos diferentes sotaques são todos igualmente corretos, meu sotaque paulistano é português tão correto quanto o sotaque carioca ou o baiano.


(Publicado em 18 de Julho de 2015)

Agora no Facebook!

Hoje inauguramos a nossa página no facebook!

Quer ficar a par das atualizações do blog e receber outras bobeiras sobre a Alemanha que não dão para um post completo? Curta-nos no facebook e aproveite para sugerir temas para posts, perguntar suas curiosidades sobre a Alemanha ou mesmo compartilhar todo o seu amor por cerveja e salsicha!


(Publicado em 13 de Maio de 2015)

 

Interjeições alemãs

Embora esse blog não seja sobre a língua alemã, de vez em quando algumas observações sobre o alemão vale a pena fazer.

Uma delas é uma pequena explicação de algumas das mais comuns interjeições alemãs, que volta e meia aparecem na linguagem e no começo é um pouco difícil de entender o que significa. Eis aqui cinco bons exemplos:

Naaa…?

O misterioso Naaa…? Pode ser ouvido entre alemães no começo de conversas de pessoas que acabaram de se encontrar. Basicamente significa algo como “Ahh, vc aqui, e aí, tudo bem?” ou “oi, que bom falar com vc de novo, como vc tá?”. É comum começar conversas telefônicas com amigos com um “Naaa?” e especialmente comum usá-lo ao encontrar alguém por acaso no tram, na fila do supermercado ou na padaria.

Oha!

Oha é uma interjeição bem específica mas bem comum. Usada para situações em que vc fica surpreso, de uma maneira negativa, mas ao mesmo tempo aceitando a realidade. Sei lá, digamos assim que vc conte prum alemão que não estava acompanhando a copa, que o Brasil perdeu da Alemanha de 7×1. “Oha!” seria uma reação plausível, se a pessoa não ficou particularmente feliz que a Alemanha ganhou de 7×1, mas entendendo que deve ter sido chato pros brasileiros, entende? Imagina que seu colega de apartamento te ligou para pedir para trazer papel higiênico pq o seu gato destruiu todo o papel higiênico disponível no banheiro. “Oha!”.

Pronúncia: “Ô-rrá”

Naja….!

Naja significa, literalmente, “não sim”. Pode ser usado de diferentes maneiras. Se você estiver tendo uma conversa que de repente parou e você não tem nada mais a dizer sobre o assunto, pode soltar um “Naja…”, do tipo “Pois é…”.  Ou ainda, se você perguntar alguma coisa para alguém, e a pessoa quiser responder tanto sim quanto não. Por exemplo… “Você tem mesmo que ir trabalhar nesse fim de semana?” “Naja… não é que eu TENHO que, mas ia ficar chato não ir…”.

Pronúncia: Naiááá

Ach so!

Meu preferido, o Ach so! aparece uma vez a cada 10 palavras, pelo menos!  Muito antes de eu entender qualquer palavra em alemão, já tinha percebido que eles falavam Ach So! com muita freqüência! A interjeição mesmo é “Ach!”, “so” significa “então”. Mas a interjeição “Ach so!” ou “Ach so?” significa algo como “é mesmo?”, “Sério?”, “Oh puxa!”, “Orly?”, e tal. Pode ser tanto uma perguntinha como uma exclamação. Pode ser usado em qualquer contexto, o tempo todo, por qualquer um. Se quiser soar alemão, insira bastantes Ach sos nas suas conversas.

Pronúncia: Arrr zôôô?

Tja!

Outro bom para se usar com freqüência é o “Tja”. É um “Ja” (sim) meio enfatizado, tipo um sim insatisfeito. Digamos… “Vc trabalha de sábado tb?” “Tja… que fazer, né?”. Ou… “Nossa, que tempo ruim, hein?” “Tja…”. Pode ser usado mesmo sem contexto, só para representar um “Pois é, que vida, né…”.

Pronúncia: Tchá….


(Publicado em 19 de Julho de 2014)