cartão de crédito

O que há numa carteira alemã

Quais documentos levam os alemães na carteira pode parecer um tema meio desnecessário para um post mas ele abre outras discussões interessantes. E como eu acabei de buscar minha carteira de identidade alemã, depois de me naturalizar alemã, é um assunto fresco na cabeça. E também o blog é meu e eu posso escrever qualquer coisa que eu quiser, e eis que eu quis escrever sobre isso.

Se você encontrar uma carteira perdida numa rua alemã, o que você provavelmente vai achar, na mesma? Quais documentos são essenciais para ter sempre em mãos, na Alemanha?

Antes de continuar, uma pequena observação: as imagens dos documentos que aparecem aqui são os modelos oficiais emitidos pela Bundesdruckerei que têm sempre (ou quase sempre) a pessoa fictícia Erika Mustermann (Muster = modelo) como exemplo. Não me escrevam e-mails endereçados para “Erika”, por favor, meu nome é Laís.

A primeira coisa é, claro, um documento de identidade (Personalausweis, também conhecido pelo apelido “Perso).

e_perso
A carteira de identidade alemã é um cartãozinho todo chiquento com cara de importante, cheio das marcas d’água, onde aparecem as seguintes informações sobre sua ilustre pessoa:

  • Seu número de identidade – O primeiro ponto já é interessante de discutir. O número de identidade aqui é uma combinação de números e letras, de onde os 4 primeiros dígitos são letras que codificam o local de emissão do documento. Quando eu contei para uma amiga que tinha tirado minha identidade alemã, ela logo me perguntou se eu tinha que decorar o número, o que foi um dos motivos que me fez pensar nesse post. Aqui ninguém sabe seu número de identidade. Inclusive, como acontece com passaportes (no Brasil tb), o número é na verdade o número DO DOCUMENTO, não seu. O que significa que quando você renova a identidade, o número muda. Eu ia começar a explicar aqui como funciona com números de identificação mas acabo de perceber que isso precisa de um post só pra si. Em breve!
  • Nome completo – nada especial aí
  • Data de nascimento – ok
  • Local de nascimento – apenas a cidade. Curiosamente mesmo que não seja na Alemanha, também aparece apenas a cidade, o que me leva a indagar pra quê, então, colocar essa informação? Digamos que eu tivesse nascido na Pápua Nova Guiné, especificamente num pequeno vilarejo no meio da floresta tropical papuásia de nome Manu. Apareceria na minha identidade alemã tão somente “Manu”, que convenhamos, não diz nada a ninguém e deve existir umas outras 349 cidades e vilarejos pelo mundo chamados Manu. Mas enfim, deve ser mais no sentido de diferenciar do que, de fato, informar algum dado importante sobre você.
  • Nacionalidade – Isso é um grande mistério pra mim. Você só tem um Personalausweis se você for alemão. Não é um tanto redundante escrever, portanto, no mesmo, “Nacionalidade:  alemã”? Deve ter algum motivo pra isso que eu não consegui descobrir. Quando eu procurei no google, a única coisa que eu achei foram centenas de sites perguntando/explicando porque é que aparece “deutsch” (adjetivo não declinado) e não “Deutsche” ou “Deutscher” (Alemã / Alemão, substantivo pra definir uma pessoa alemã) ou “Deutschland“. A resposta eu acho meio óbvia. Deutsch no caso se refere à nacionalidade, a nacionalidade é alemã. Não à pessoa em si, que seria Deutsche ou Deutscher. Ou ao país. Mas os alemães pelo visto acham isso bem estranho.
  • Assinatura – ok
  • Data de emissão – tá
  • Data de validade – ah, esse é um dos pontos que eu queria discutir. Diferente do RG brasileiro, que tem validade indeterminada e pode ser usado até estar caindo aos pedaços e dissolvendo na sua carteira, o cartão de identidade alemão vale por 10 anos, ou 5 se você tiver menos de 25 anos de idade. Imagino que seja pra ter certeza que você se parecerá com a pessoa da foto.
  • Cor dos olhos – um fato curioso, aparece a cor dos seus olhos na sua identidade alemã! É só um fator pra ajudar a te identificar, mesmo, assim, como o seguinte:
  • Altura – yup, aparece a sua altura. Mas ninguém me mediu quando eu fui fazer a identidade, só me perguntaram, mesmo.
  • Autoridade que emitiu o documento – no caso a prefeitura da cidade em que você mora
  • Endereço – falei mais sobre isso no post anterior, sobre endereços na Alemanha, mas isso é outra coisa interessante: no documento de identidade aparece seu endereço atual. Não, você não precisa renovar a carteira de identidade toda vez que mudar de casa, quando você se muda, eles colam um adesivinho com o endereço novo por cima.
  • E finalmente: Nome artístico/religioso – Caso você seja mais conhecida como, sei lá, digamos Madonna ou então Lady Gaga, aparece esse nome também. Portanto escolha bem seu nome artístico antes de ficar famoso!

O cartão de identidade é um cartão com chip, que contêm essas informações assim como as digitais dos dedos indicadores, que não aparecem impressas no cartão. O Personalausweis é o documento de identidade básico que a maioria dos alemães carrega consigo sempre. A carta de habilitação não serve como documento de identidade. Oficialmente não é obrigatório você ter sempre sua identidade consigo, desde que ela esteja próxima o suficiente que você poderia ir em casa buscá-la, se necessário. Em outras palavras, você não precisa obrigatoriamente carregar a identidade com você se você estiver na cidade onde mora. Mas a maioria das pessoas leva sempre na carteira. Para não-alemães residentes na Alemanha, o principal documento de identidade do dia-a-dia é ou o a carteira de identidade do país de origem para cidadãos da UE, ou o Aufenthaltstitel, “título de permanência”, que é um cartão similar à identidade, só que com a informação adicional do tipo de visto de residência que você tem e até quando ele é válido. É seu visto em formato de cartão, basicamente.

330px-Aufenthaltserlaubnis-Beschaeftigung Kopie
Se não me engano, ele não é exatamente um documento de identidade, oficialmente só seu passaporte é um documento de identidade válido na Alemanha se você não for cidadão europeu. Mas esse cartão serve pro dia-a-dia como documento, quando você está na cidade onde mora e pode ir buscar seu passaporte em casa se for necessário.

Se você for turista, aí, claro, tem que ter seu passaporte sempre com você.

O próximo documento presente em 99,9999% das carteiras de alemães maiores de idade é a amada carta de habilitação (Führerschein).

DE_Licence_2013_Front Kopie.jpg

TODO MUNDO AQUI tem carta. Se você não tem carta e comentar isso com um alemão, espere ser visto como um alienígena verde com antenas. Nem todo mundo tem carro, não ter carro é aceitável. Mas não ter carta é injustificável.

Algumas informações na carteira de habilitação são similares às da identidade, e óbvias: nome, local e data de nascimento, assinatura, cidade de residência, data de emissão e de validade. Mas uma coisa interessante é a validade: a carta de habilitação alemã é válida por 15 anos, mas até pouco tempo atrás ela era válida indefinidamente! Curioso, o RG ter validade e a habilitação, não. Mas agora isso mudou e após 15 anos você tem que renovar a habilitação. Mas a única coisa que muda ao renovar (por enquanto) é a foto. Nem o exame de vista precisa refazer. Estranho.

No verso aparece ainda a informação de quais veículos você está habilitado a dirigir, assim como eventuais observações como a de que você tem que usar óculos obrigatoriamente (mas aparece codificado). A habilitação também tem um número, claro, que eu não sei se permanece o mesmo ou se muda quando você renova a carta. Daqui a 12 anos eu digo.

Próximo item essencial, presente em 100% dos casos, é a carteirinha do seguro de saúde. Aqui é obrigatório ter um seguro de saúde, que pode ser um seguro privado ou público, como eu discuti nesse post aqui. As carteirinhas dos seguros de saúde são relativamente padronizadas, e têm essa cara:

elektronische_gesundheitskarte_pPros seguros públicos, só muda o logo ali no centro (no exemplo acima, a carteirinha é da AOK). Os privados acho que às vezes são um pouquinho diferentes, mas não o muito.

É sempre uma carteirinha com chip, que o seu médico têm uma maquininha pra ler, e no chip contém, claro, as informações pessoais, e também dados sobre o cartão ainda ser válido ou não. O verso do cartão (que na foto acima aparece do lado esquerdo) é a versão europeia do cartão, basicamente. Quer dizer que o verso é padronizado na europa inteira, e é onde o que o médico ou hospital de outro país europeu vai olhar caso você precise de assistência médica na UE fora do seu país de residência.

Finalmente, também sempre presente são eventuais cartões de banco. Aqui as pessoas também têm um cartão de crédito e um de débito, normalmente. O de débito chama-se Girocard (Girokonto é a conta corrente), mas todo mundo chama de EC Karte (Eletronic cash), que é como chamava o sistema até 2007. Desde 2007 é Girocard. Mas ninguém fala “Pode pagar com Girocard?”, todo mundo fala “pode pagar com EC Karte?”

O Girocard tem esse símbolo:

Girocard_mit_Rand_hochformat_cmyk.png

Pagar com cartão de crédito é bem raro, por aqui, a maioria dos lugares só aceita débito (isso quando não é só em dinheiro…). Escrevi um pouco sobre essa questão nesse post aqui. Mas mesmo assim, ter um cartão de crédito não é incomum já que é a maneira mais comum de comprar coisas de sites estrangeiros, por exemplo, ou então de pagar ou tirar dinheiro no exterior.

É isso! Muitos têm um cartão de doador ou não-doador de órgãos, sobre o qual eu escrevi nesse post aqui. Além desses essenciais, o que aparece nas carteiras varia de pessoa pra pessoa.

Esse post acabou ficando uma mistura de diversos assuntos e links para posts mais completos sobre outros assuntos, mas há pontos interessantes. Em breve escrevo um post sobre números de identificação por aqui!


(Publicado em 13 de Março de 2019)