hino

Hino Nacional Alemão

Durante a Copa, uma coisa que não saía da minha cabeça era o hino nacional. Adoro o hino nacional, acho ele bonito na melodia, na letra, sempre emociona ouvir.

Estando na Alemanha durante importantes eventos esportivos mundiais outra coisa que fica na sua cabeça, claro, é o hino da Alemanha. Bom, esse ano nem tanto já que só o ouvimos três vezes, néam. Mas embora a melodia do hino alemão já me seja muito bem conhecida, uma coisa que eu não aprendi ainda é a letra.

Isso porque aqui pega um pouco mal sair cantando o hino alemão. No estádio (a maioria) dos jogadores e alguns torcedores cantam, mas se vc for assistir o jogo em algum biergarten ou bar, vai logo ver que poucas pessoas cantarão o hino. Por causa do passado nazista ultra-nacionalista, os símbolos nacionalistas como hino e bandeira acabaram ficando com uma conotação ruim. Por aqui se você vir alguém com bandeira da Alemanha na janela – fora da época de copa do mundo ou eurocopa – certeza que não é uma pessoa bacaninha. Grandes chances de ser um neonazi.

Assim sendo, a maioria das pessoas prefere não cantar o hino e você vai logo perceber, num Biergarten ou bar assistindo a um jogo, o tipo de pessoa que canta o hino junto: normalmente um grupo de homens mal-encarados com a maior cara de briguentos.

E por esse motivo eu não ouvi a letra do hino alemão suficientes vezes para aprender por osmose. Só se for uma coisa ativa, mesmo. Já pedi pro meu marido me ensinar, ele se recusou. Outro dia eu estava com o hino alemão na cabeça e comecei a distraidamente cantarolar baixinho a melodia e ele me deu bronca, rsrsrs. Por sorte o hino brasileiro não tem para nós essa mesma conotação ultra-nacionalista (exceto quando tocado em manifestações bizarronas pedindo intervenção militar), então eu tentei ensinar a letra do hino nacional pro meu marido. Até agora ele já aprendeu: “Ouviram das piranhas às margens plácidas, de um povo herói o tambor brilhante.” Como vocês podem ver, lhe falta algum vocabulário, mas tá indo.

Mas voltando ao hino alemão. Essa introdução toda era só pra explicar pq eu resolvi escrever um post sobre o hino nacional alemão e tal. Só não saia cantando por aí quando estiver na Alemanha, pega mal.

A melodia do Hino Alemão foi composto pelo famoso compositor Joseph Haydn, e a letra foi escrita por August Heinrich Hoffmann von Fallersleben em 1841, e chamada Deutschlandslied (canção da Alemanha).

Fallersleben e Haydn são esses dois ilustres senhores, aqui, nesta ordem.

Talvez você já tenha ouvido falar que a letra original continha 3 estrofes, das quais atualmente apenas a terceira foi mantida e constitui a letra oficial do hino alemão. As duas primeiras estrofes já não são mais cantadas desde o fim da guerra, e desde 1990 passou a ser oficial que apenas a terceira estrofe da Deutschlandslied constitui o hino nacional alemão.

O motivo pelo qual as duas primeiras estrofes foram descartadas é que elas não correspondem mais à sociedade alemã atual. Em primeiro lugar, a primeira estrofe conhecidamente começa com as frases “Alemanha, Alemanha sobre tudo”, o que não cai bem cantar depois da história toda do nazismo e talz. Em seguida, a letra menciona referências geográficas que não estão mais na Alemanha. A letra diz:

“Von der Maas bis an die Memel,
Von der Etsch bis an den Belt,”

Do Maas ao Memel, do Etsch ao Belt. Esses são rios que antes da guerra marcavam os pontos do Leste, Oeste, Norte e Sul do mapa alemão de então. Hoje, porém, o Memel está pra lá da Polônia (na pontinha do que antes foi a Prússia), o Etsch está na Áustria, o Belt na Dinamarca, o Maas na França. Mesmo na época em que o hino foi composto usar esses rios como limites da Alemanha já era meio duvidoso, já que apenas dois estavam de fato dentro das fronteiras alemãs. Os outros dois fizeram parte do mapa alemão em diferentes momentos depois da composição da música, mas atualmente nenhum dos rios toca em nenhum momento o solo alemão. Não faz nenhum sentido cantar isso no hino, portanto.

Finalmente, a segunda estrofe também foi abandonada por ser bizarramente machista, basicamente colocando mulheres alemãs no mesmo nível de bens culturais da alemanha que a música e o vinho alemães… nada a ver e com certeza não condiz com a sociedade alemã contemporânea, que é bem mais igualitária.

Assim sendo, restou apenas uma estrofe como sendo o hino nacional oficial. É ela:

“Einigkeit und Recht und Freiheit
Für das deutsche Vaterland!
Danach lasst uns alle streben
Brüderlich mit Herz und Hand!
Einigkeit und Recht und Freiheit
Sind des Glückes Unterpfand;
Blüh’ im Glanze dieses Glückes,
Blühe, deutsches Vaterland!”

União, justiça e liberdade
para a pátria alemã!
Por esses ideais lutemos,
fraternalmente com o coração e as mãos!
União, justiça e liberdade,
São o fundamento para a felicidade
Floresça no irradiar desta felicidade,
Floresça, pátria Alemã.

Meio bobinho, mas simpático, e bem melhor que as coisas bizarras das duas estrofes descartadas. Mas ainda sou mais a resplandecente imagem do cruzeiro no impávido colosso, o verde louro da flâmula, os bosques com mais vidas e os risonhos e lindos campos com mais flores…


(Publicado em 06 de Agosto de 2018)