natal típico

Mais sobre o Natal

Feliz Natal! É dia 26 mas esse post não está atrasado: Dia 26 ainda é Natal na Alemanha. É o segundo dia de natal, e as pessoas ainda dizem feliz natal no dia 26 (se elas não se encontraram já no dia 25).

Muitos posts já foram escritos sobre o Natal, mas sempre sobra algumas coisinhas extras. Esse post vai ser uma combinação de coisinhas variadas sobre o Natal que não cabem num post individual, e com referências a posts específicos antigos sobre outros temas.

Além do dia 26 também contar como dia de Natal, outra diferença no que diz respeito aos dias é que aqui as principais comemorações acontecem no dia 24. Tem a ceia de natal, claro, mas também é na noite do dia 24 que se troca os presentes. A meia-noite não tem grande significado – as pessoas não ficam esperando a meia noite para dizer feliz natal e se abraçar nem nada disso. E também não tem isso de fogos de artifício à meia noite – isso só acontece no ano novo, mesmo.

Assar um grande peru não é essencial, as ceias são bem variadas de família para família. A família do meu marido faz sempre fondue para a ceia de Natal.

IMG_5913

Uma palavra importante pra definir o Natal na Alemanha é: aconchegante. Um clima aconchegante dentro de casa é essencial. O item principal nessa questão é: iluminação. Lâmpadas brancas, por exemplo – que são comuns no Brasil em cozinhas e banheiros – aqui não se usa em casas quase nunca. Porque elas são frias e criam ambientes nada aconchegantes. Mas mesmo as lâmpadas amarelas, mais quentes, são apagadas quando se quer criar um ambiente aconchegante como durante a ceia de Natal. Em vez disso, acende-se abajures e velas pela sala de jantar. Iluminação indireta e velas são ideais para o tal ambiente aconchegante.

img_5940.jpg

IMG_5977.jpg

Até na árvore de Natal tem velas! Só tem que tomar cuidado para não colocá-las logo embaixo de um outro galho, mas são vários os enfeites de árvore de Natal onde coloca-se velas. Claro que só se acende as velas quando se está sentado em volta da árvore de Natal para abrir os presentes. A árvore, aliás, é sempre uma árvore de verdade, como já expliquei nesse post recente aqui.

Se você passar o Natal com uma família alemã, você vai perceber muito claramente uma característica típica dos alemães: tudo tem que planejar e organizar com horários marcados, mesmo que sejam coisas espontâneas com a família. Que horas a gente senta pra tomar um café da tarde, que horas a gente senta para a ceia, que horas a gente faz a troca de presentes, etc. Nesse ano ficou até uma discussão e pré-planejamento para ver como que as pessoas presentes iam sentar no sofá, quem em cada lugar, para trocar os presentes… rsrsrs!

Os alemães costumam passar o Natal em poucas pessoas, normalmente só a família mais direta – pais e filhos, sem tios, primos ou avós. É bem raro convidar alguém de fora da família para passar o Natal junto – namorados dos filhos por exemplo. Só nas relações que já duram há mais anos, onde o casal já mora junto há um tempo e já conhece toda a família do outro muito bem, é que o casal passa junto. E quando tem filhos logo começam a passar o Natal sozinhos o casal e os filhos em casa, indo encontrar a família de um ou dos dois só nos dias seguintes. Talvez por isso que aqui o Natal dure 3 dias em vez de dois? Aí dá pra passar o 24 só entre a família direta, dia 25 vai visitar a família de um e dia 26 a família do outro?

Ir à igreja no dia 24 ou 25 também não é incomum, para muitas famílias o Natal é a uma data do ano em que se vai à igreja.

Eu já escrevi um post sobre presentes que são comuns por aqui, mas vale a pena falar um pouco disso de novo também. Uma diferença do Brasil é que enquanto lá é muito comum dar roupa de presente, aqui isso é bem raro. Roupa é uma coisa que só se dá quando se conhece a pessoa muito bem. Tipo, uma alemã talvez desse alguma roupa para a irmã ou irmão, mas nunca para a sogra ou para tios. Por outro lado, um presente bem comum são vales. Vale para alguma loja grande – Amazon, Saturn, Globetrotter, por exemplo – ou vale ingresso de cinema, vale para uma sessão de fotos, vale para isso, vale praquilo. Ontem ouvimos no rádio que nesse ano os alemães gastaram um total de 3 bilhões de euros em vale-presentes para o Natal. E foi o presente mais comum.

Também muito importante nos Natais alemães são as bolachinhas de Natal. Já fiz um post sobre elas com algumas receitas, mas aqui nessa época é muito comum assar várias bolachinhas.

E as decorações também são importantes, embora muito diferente das decorações natalinas brasileiras. Aqui luzinhas são menos comuns que no Brasil, normalmente coloca-se luzinhas na árvore de Natal, mas não nas janelas ou sacadas como é comum no Brasil. Aqui são muito comuns algumas decorações de mesa, principalmente de madeira. Por exemplo:

IMG_5893

E presépios são uma decoração também muito presente, mesmo em famílias não particularmente religiosas.

Um dos primeiros posts sobre Natal que escrevi para o blog foi sobre decorações natalinas típicas daqui, que eu sempre achei muito bonitas e elegantes.

IMG_5912

IMG_5943

Mandar cartões de Natal e expor os cartões recebidos como decoração na sala também é bem comum por aqui. Tanto famílias quanto empresas costumam enviar cartões de natal para os conhecidos.

Acho que é isso!

Fröhliche Weihnachten!


(Publicado em 26 de Dezembro de 2017)

Estrelas de Herrnhut

Antes de mais nada, Feliz Natal!

Continuando séries de posts de Natal… resolvi escrever um post sobre a estrela de Herrnhut. Eu já mencionei essa estrela no primeiro post sobre Natal na Alemanha, sobre decorações natalinas por aqui. Mas falei bem pouco sobre ela, e um símbolo tão importante por aqui precisa de um post só pra si.

IMG_9494

Bom, na verdade ela é um símbolo importante só na Saxônia. Em outras regiões da Alemanha, são poucas as estrelas de Herrnhut que você vai ver por aí. Mas na Saxônia quase todo mundo tem uma em casa, e locais como igrejas, museus, etc, sempre tem umas gigantes penduradas na frente, também.

IMG_8848

A história das estrelas de Herrnhut têm sua origem na cidade de Niesky (na Saxônia, quase na divisa com a Polônia) em uma escola da Igreja dos Irmãos Morávios, uma denominação protestante. Nessa escola, um professor de matemática inventou essa estrela para usar de exercício de geometria para os seus alunos, que tinham que calcular o volume da estrela. A igreja acabou adotando a estrela como símbolo do Advento e um dos alunos começou a montar estrelas e vender as instruções para a montagem em um livro. Alguns anos depois seu filho fundou a fábrica das estrelas na cidade de Herrnhut, também na Saxônia. A fábrica até hoje existe e é a única fabricante oficial das estrelas de Hernnhut. Todas as que tem para vender vêm dessa fábrica.

A estrela original da história tinha 110 pontas (tem uma foto aqui!), mas as que são confeccionadas para venda têm, normalmente, 26 pontas.

Dá para comprar a estrela em vários tamanhos e cores diferentes, para pendurar dentro de casa (de papel) ou fora (de plástico). De papel parece que é uma coisa toscona, mas as de papel são bem bonitas e bem feitinhas, também. Normalmente vêm em branco, amarelo ou vermelho, ou ainda em duas cores alternadas (algumas pontas de uma cor, outras pontas de outra cor, alternando), ou duas cores sendo o centro da estrela de uma cor e a pontinha de outra.

Estrelas no menor tamanho disponível, aprox. 10 cm de diâmetro.

Estrelas no menor tamanho disponível, aprox. 10 cm de diâmetro.

IMG_3699

Esse ano eu comprei duas estrelas do tamanho maior para pendurar dentro de casa, de presente de Natal para meu irmão e minha mãe. É tranquilíssimo de comprar pra levar ou enviar por correio porque elas vêm desmontadas numa caixinha.

20151225072613

Estrela sendo montada

Estrela sendo montada

Estrelas prontas! No caso eu mandei uma vermelha e uma amarela, mas eles aproveitaram para misturar as cores e ficar com duas coloridas.

Estrelas prontas! No caso eu mandei uma vermelha e uma amarela, mas eles aproveitaram para misturar as cores e ficar com duas coloridas.

Só as pequenas já vem montadas, mas também numa caixinha. Os preços em qualquer lugar que você vá são sempre os mesmos, variando entre 20 e 30 euros para as estrelas para pendurar dentro de acordo com o tamanho (sem cabo e lâmpada, que custam outros 10 euros extra), e entre 40 e 50 euros para as de pendurar fora. As bem pequenas acho que custam uns 12 euros, mais ou menos. Você encontra elas para vender nos mercados de Natal, em algumas lojas nas cidades da Saxônia, ou pela internet em sites como o Amazon. Em alemão chama Herrnhuter Stern.

Nós ainda não temos uma, mas ano que vem certamente vou comprar uma para pendurar em casa!


(Publicado em 25 de Dezembro de 2015)