pronúncia

Nö?

Quando se aprende uma língua nova, demora um pouco pra conseguir começar a perceber e reconhecer sotaques diferentes dentro da mesma língua. E o alemão tem uma particularidade nesse sentido. Existe uma pronúncia específica do alemão que é a correta. Esse alemão padrão se chama “Hochdeutsch“, ou “Alto alemão”. É esse alemão que se ensina em cursos de alemão e na escola, que se fala na televisão, etc. Qualquer sotaque diferente, aqui chamado de dialeto, é considerado uma variação local não-oficial da língua. Isso inclui gírias e palavras locais como também a pronúncia típica do alemão naquela região. Cada região tem o seu dialeto local.

No começo você percebe que tem uma dificuldade maior pra entender algumas pessoas enquanto outras você entende com mais facilidade, mas não consegue apontar precisamente as diferenças em como cada pessoa fala o alemão.

Aqui na Saxônia é falado o alemão saxão, ou Sächsisch. Eu trabalho com pessoas daqui que falam com um sotaque local BEM carregado, e tem vezes que eu não entendo patavina do que a pessoa tá falando. Mas as poucos o ouvido vai ficando treinado a perceber as sutilezas (ou obviedades) nas diferenças de pronúncia.

O dialeto saxão, para o ouvido dos alemães não-saxões, soa bem engraçado e um tanto ridículo. Deve ser principalmente por causa das vogais:

O → Ö – talvez o som mais notavelmente diferente e que faz o sotaque soar engraçado é que na maioria das palavras com o, eles pronunciam ö, que é uma mistura entre o e e. Fica como se em português em vez de a vc falasse ã em todas as palavras que são com a.

A  O – E o a, em vez de eles falarem um som aberto, eles falam ele bem fechado, soa como o.

EI → ÊI – O ditongo ei em alemão se pronuncia ai, com a, mesmo. Mas no dialeto saxão eles falam ei fechado, com som de ê.

Então basicamente em Sächsisch as vogais são pronunciadas fechadas onde em Hochdeutsch elas são abertas. Eu tenho a impressão de que deve soar para os alemães meio que nem aquelas venusianas daquele episódio do Chapolin Colorado em que ele vai pra Vênus, saca? Esse aqui:

Outras diferenças:

CH → SCH – Aquele som típico do alemão, que não existe em português, o ch em palavras como ich (eu). É tipo um som de x só que com a língua presa. Mas na saxônia eles falam ch como x, mesmo (ou o equivalente alemão sch).

T  D, P  B – Alguns sons, tipo T, e P, são as vezes em Sächsisch falados mais fortes, tipo D ou B. Por exemplo: Tag (dia) às vezes é pronunciado Dag.

Nicht  Ni – Ao falar nicht (não), os saxões muitas vezes não pronunciam o cht, falando apenas “ni”.

Um exemplo do Sächsisch escrito com fonemas alemães nesse quadrinho:

Flix.jpeg

Flix (www.der-flix.de) – Das war mal was

Essa tirinha é de um livro de quadrinhos onde o autor, Flix, conta a impressão que ele e seus amigos tinham da Alemanha Oriental antes da queda do muro. Na historinha acima, a dele, ele conta como ele tinha ouvido falar que na Alemanha Oriental era proibido ter tanques de guerra de brinquedo. Então ele imagina vários esquemas para contrabandear um tanque de guerra de brinquedo da Alemanha Ocidental para a Alemanha Oriental – por exemplo escondendo o tanque dentro de um ursinho. O guarda da Alemanha Oriental olha o carro e comenta, com seu sotaque forte saxônico: “Podem passar! Posso ver claramente que vocês não estão trazendo nenhum tanque de guerra de brinquedo!” ou algo assim: “Bõdem bossar! Bõsso ver gloromente gue võcês não esdão drozendo nenhum donque de guerra de bringuedo!” (a fala do guarda em alemão normal seria: “Sie können passieren! Sie haben ja offensichtlich keine Spielzeugpanzer dabei!!”)

Mas depois desse post inteiro que certamente está bem chato pra quem não fala alemão, a grande questão é: Que que é o Nö? do título, afinal?

Nö? é uma palavra-interjeição saxônica muuuuuuuito utilizada por aqui. Eles brincam que Nö? quer dizer Sim, mas na verdade você pode imaginar o Nö? como sendo um “Né?”, é basicamente isso. E eles usam pra responder perguntas ou até só pra dizer “aham”.

Eis alguns exemplos de diálogos onde o Nö? pode ser utilizado:

“Eu queria dois pãezinhos, por favor?”
“Nö?”

“Bonito o dia hoje, não?
“Nö?”

“Nossa, tá quente aqui, vou abrir a janela.”
“Nö?”

“Posso pegar essa caneta?”
“Nö?”

“Vou te mandar os dados por email, então.”
“Nö?”

Ou seja. É basicamente um é-ok-aham-tá-sim-pois não-fique à vontade.

O engraçado é que eles usam esse Nö? com tanta frenqüência que às vezes vc ouve alguém daqui falando no telefone e a conversa inteira que você está ouvindo é só uma sucessão de Nö?s. Talvez a pessoa do outro lado da linha também esteja falando só Nö?s e a conversa é um código secreto que só as pessoas da Saxônia compreendem!

Eis um vídeo bem bobo que eu achei no Youtube sobre o dialeto saxão:

No vídeo, uma moça aborda alguns rapazes em Colônia, falando no dialeto saxão, convidando-os pra ir tomar um café ou uma cerveja, e todos recusam. Depois ela tenta de novo falando em Hochdeutsch e todos aceitam. Achei meio preconceituoso e não creio que seja de fato tão extremo assim, mas realmente pelo que parece na Alemanha o dialeto saxão é mesmo um tanto desprezado. Isso pode ter também um pouco (ou muito) de fundo no fato de a Alemanha Oriental e os alemães orientais serem vistos como um tanto atrasados pelos ocidentais depois da reunificação. Certamente também por isso o sotaque do leste acabou ganhando essa conotação negativa. Segundo meu namorado, que é da região de Colônia mas mora em Dresden há mais de dez anos, na verdade qualquer dialeto soa meio ridículo e dá a impressão de que a pessoa não é muito educada, e tal (educada no sentido de ter ido pra escola, mesmo).

E para concluir, aqui nesse artigo do Bild tem um mapa da Alemanha com áudios dos dialetos típicos de algumas regiões.


(Publicado em 22 de Março de 2016)

Sobre a língua alemã

Eu não costumo falar muito sobre a língua alemã, já que o blog é mais sobre curiosidades do país, e tal. Mas fiquei pensando que talvez valesse a pena abordar uma questão importante que ocorre sempre a quem pensa (ou não pensa) em aprender alemão:

Alemão é uma língua feia?

Eu achava que sim, e parei de achar quando comecei a aprender a língua. A primeira coisa que eu percebi foi a suavidade de alguns sons. Tipo, digamos, a palavra Tag, que significa dia. Tag eles não falam com um G forte, soa quase como “tak”, um g bem suave. Outras consoantes soam assim mais suaves também em algumas palavras.

Claro que o som do R, que é bem forte, às vezes faz a língua soar meio feia. Mas mesmo o R só soa ruim quando pronunciado com mais intensidade que o necessário. Em alguns casos, o R nem é pronunciado, tipo no final de palavras, depois de vogais. Mutter (mãe), por exemplo, o ER no final é pronunciado mais como um A. Mir (mim) por exemplo, pronuncia-se “Mía”. O R no final vira quase um A, é muito louco.

Outro som que as vezes soa bem ruim é o som do CH depois de A, O e U. Doch, Ach, Rauch. Também soa um pouco como um R forte. (é muito difícil descrever em português sons que não existem em português, né. Mas minha intenção não é ensinar como se pronuncia o alemão, mas falar sobre a língua, mesmo, então não se preocupe tanto com os detalhes)

Mas eu acho que não é nada disso que faz com que alemão seja uma língua “feia” de acordo com a opinião de muita gente. Todas as línguas tem um ou outro som que soa meio estranho e desagradável a ouvidos alheios. Eu tenho uma teoria de que as pessoas só dizem que alemão é uma língua “feia” porque a maioria das pessoas só conhecem a língua alemã de filmes de segunda guerra. Onde, claro, as pessoas falando alemão são nazistas gritando coisas horríveis. E é óbvio que alguém gritando algo ofensivo e violento, seja em que língua for, vai soar totalmente horrível. E se esse é o único alemão com que você teve contato, é óbvio que vc vai achar que alemão é uma língua totalmente péssima que você nunca quer aprender.

Eu, por exemplo, nunca tinha tido interesse em aprender alemão até conhecer o namorado alemão. Aprendi um monte de língua, mas alemão, nunca. E por ironia da vida, era justo alemão que eu tinha que ter aprendido, hehehe.

Mas para provar que alemão poder soar super fofinho, basta ouvir uma criança fofa falando alemão. Não sobram dúvidas. Para mostrar, peguei como exemplo o trailer do novo filme do Snoopy (vi esse trailer esses dias no cinema e achei um ótimo exemplo):

Talvez você já tenha visto algum vídeo desses comparando palavras em várias línguas, no qual a palavra em alemão é sempre dita de maneira agressiva e híper exagerada, para soar horrível? Que tal esse aqui pra te fazer crer o contrário?

Basicamente o alemão que você acha que soa ruim é o alemão falado da maneira como essas pessoas nesse vídeo estão falando as outras línguas!

Portanto, se você estiver planejando vir para a Alemanha, não tenha medo de aprender o alemão. Não é a língua mais fácil de todo tempo, mas certamente não é a mais feia nem a mais difícil, também.

Adendo: me perguntaram lá no facebook sobre os diferentes sotaques de alemão. Uma coisa curiosa aqui, é que alemães diferentes são chamados de “dialetos”, não de sotaques. Isso porque existe um alemão padrão, inclusive com pronúncia padrão, que é o que eles chamam de Hochdeutsch, É o alemão que se aprende nas escolas, que é falado em situações oficiais, etc. Variações são então chamadas de dialetos, pq não são consideradas o alemão correto. É diferente da gente no Brasil. Nossos diferentes sotaques são todos igualmente corretos, meu sotaque paulistano é português tão correto quanto o sotaque carioca ou o baiano.


(Publicado em 18 de Julho de 2015)