religião

Feriados alemães

Sempre útil de saber quando se está morando em outro país são os feriados públicos lá observados. Vou fazer uma lista dos feriados alemães e falar um pouquinho de cada um deles.

Mas antes, um detalhe: há algumas diferenças entre os diferentes estados da Alemanha. Alguns observam feriados que outros não observam. Para cada feriado, vou colocar um mapinha mostrando em quais estados alemães ele é válido. O melhor estado para se morar, se você gosta de feriados (e se você não gosta você deve ser uma pessoa bem triste), é a Bavária. Lá observa-se 14 feriados públicos durante o ano. Os estados com menos feriados (9) são Berlin, Bremen, Hamburgo, Schleswig-Holstein e a Baixa-Saxônia. E pra quem não sabe qual estado é qual, um primeiro mapa com os nomes dos estados todos, capitais e outras cidades importantes (pretendo escrever um post falando um pouco de cada estado, qualquer hora dessas):

Estados alemães

Ok… na ordem cronológica com data, nome em português e nome em alemão:
(tem uma listinha resumida com os feriados desse ano no final do post)

1˚ de Janeiro – Dia da Fraternidade Universal – Neujahr

map-gesamt

Primeiro de Janeiro, como no Brasil e em várias partes do mundo, é feriado na Alemanha inteira. Não tem o que falar sobre esse feriado que todo mundo conhece, então bora pro próximo:


6 de Janeiro – Três Reis Magos – Heilige Drei Könige

map-6-1

Dia 6 de Janeiro é o dia dos Três Reis Magos. Esse feriado religioso comemora-se nos dois estados mais católicos da Alemanha – Bavária e Baden-Württemberg – e também na Alta-Saxônia por algum motivo qualquer. É um feriado ótimo pra dar uma alongada nas férias de Natal, uma pena que não é feriado aqui na Saxônia! 😦


Sexta-feira Santa – Karfreitag

map-gesamt

A sexta-feira antes da Páscoa, que cai em algum momento de Março ou Abril, é feriado na Alemanha toda.

Feriados que caem no Domingo aqui não têm muito significado porque de domingo é proibido por lei abrir o comércio de qualquer maneira. Então não faz muita diferença pra ninguém se é feriado ou não, as lojas estarão fechadas de qualquer maneira, e se você trabalha de domingo é pq você tem um emprego em que trabalharia de feriado também.


Segunda-feira de Páscoa – 
Ostermontag

map-gesamt

A parte legal da páscoa é que a segunda-feira seguinte também é feriado, e na Alemanha toda! O post sobre a páscoa na Alemanha foi um dos primeiros posts que eu escrevi nesse blog e você pode lê-lo aqui. Como os feriados aqui nunca emendam – nem na escola nem no trabalho – a páscoa é uma das poucas oportunidades de tirar 4 dias seguidos de folga (sem ser férias, claro). Boa oportunidade pra dar uma viajada por aí!


1˚ de Maio – Dia do Trabalho – Tag der Arbeit

map-gesamt

O Dia do Trabalho também é comemorado aqui na Alemanha, em todos os estados. É um dia tradicionalmente usado pelos sindicatos para manifestações e coisas do tipo. Há também alguns outros costumes relacionados ao 1˚ de Maio como a árvore de maio – moços decoram uma bétula (uma árvore típica daqui) com fitas coloridas e coloca na frente da janela da sua amada na noite do dia 30 de Abril para 1˚ de Maio – e entrar em Maio dançando – ir numa balada e dançar a noite inteira para comemorar a chegada da primavera. Falei dessas tradições nesse post aqui.


Dia da ascenção de Jesus – Christihimmelfahrt 

map-gesamt

O Dia da Ascenção de Jesus é comemorado na Alemanha inteira, 39 dias após o domingo páscoa. Cai sempre numa quinta-feira. Nessa data comemora-se aqui na Saxônia, extra-oficialmente, o Dia dos Homens – Männertag. É uma comemoração tão estúpida quanto o nome dá a entender, escrevi sobre ela aqui. Também é esse dia que é considerado aqui o dia dos pais.


Pentecostes – Pfingsten

map-gesamt

5o dias após a Páscoa comemora-se na Alemanha toda o Pentecostes – o dia em que o Espírito Santo desceu sobre os apóstolos e sobre Maria (disse o Wikipedia). Mais um feriado religioso que é comemorado tanto no domingo quanto na segunda-feira seguinte. Cai em Maio ou Junho dependendo do ano, uma semana e meia depois do feriado anterior, o da Ascenção de Cristo.


Corpus Christi – Fronleichnam

map-fronleichnam

Corpus Christi existe como feriado por aqui também, mas apenas em alguns estados: Bavária, Baden-Württemberg, Alta-Saxônia, Saarland, Hessen, Rheinland-Pfalz e Nordrhein-Westfallen. O feriado cai 60 dias após a páscoa, então se você está em algum desses estados do mapinha acima, maio-junho é um período com 3 feriados um atrás do outro!


15 de Agosto – Ascenção de Maria – Mariä Himmelfahrt

map-bayern

A Ascenção de Maria é comemorada no dia 15 de Agosto, apenas na Bavária – o estado mais católico da Alemanha. Eu não reclamaria de ter esse feriado, porque entre o Pentecostes, que cai em Junho, e o feriado seguinte tem três meses inteiros sem feriados…


3 de Outubro – Dia da Reunificação Alemã – Tag der Deutschen Einheit

map-gesamt

O dia da reunificação alemã é comemorado em 3 de Outubro desde 1990. Curiosamente, primeiro de Janeiro e 3 de Outubro são o único feriado público numa data civil (e não numa data religiosa como todo o resto). É um dia com grandes celebrações que acontecem cada ano em uma cidade. No ano passado foi aqui em Dresden, e eu queria muito ter ido mas bem no dia fui pro hospital – o que também rendeu um post. Mas esse ano escreverei um post sobre o dia da Reunificação.


31 de Outubro – Dia da Reforma Protestante – Reformationstag

map-31-10

No Dia da Reforma Protestante celebra-se a fundação da igreja protestante por Martinho Lutero – que era alemão. Esse feriado é observado, claro, nos estados protestantes da Alemanha. Aqui no post sobre religião eu falei um pouco sobre dessa divisão geográfica da Alemanha entre protestantes e católicos. Esse ano em especial (2017), o feriado do Dia da Reforma Protestante vai valer para a Alemanha inteira porque é o aniversário de 500 anos das teses de Martinho Lutero.


1˚ de Novembro – Todos os Santos – Allerheiligen

map-1-11

E enquanto os estados protestantes comemoram o Dia da Reforma, os estados católicos comemoram, no dia seguinte, o Dia de Todos os Santos.


Quarta-feira anterior ao dia 23 de Novembro – Dia de Arrependimento e Reza – Buß- und Bettag

map-bus-und-bettag

O Dia de Arrependimento e de Reza é um feriado protestante que era, até 1994, observado no país inteiro. O feriado foi abolido por motivos econômicos, exceto aqui no estado da Saxônia, onde o feriado ainda é observado todo ano na quarta-feira anterior ao dia 23 de Novembro. Eu não gostava de feriados em quartas-feiras no Brasil porque não emendavam nem combinavam com o fim-de-semana. Mas aqui os feriados não emendam de qualquer forma, e eu acho é ótimo dividir a semana em duas partes!


25 de Dezembro – Primeiro dia de Natal – Erster Weihnachtstag

map-gesamt

Dia 24 de Dezembro, véspera de Natal, é um dia útil normal. Dia 25 é feriado, e é considerado o Primeiro dia do Natal. Isso porque…


26 de Dezembro – Segundo dia de Natal – Zweiter Weihnachtstag

map-gesamt

… o dia 26 também é feriado, e é chamado de “Segundo dia do Natal”! Acho bom!

Pra resumir, os 9 feriados observados em toda a Alemanha, com datas de 2017:

1˚ de Janeiro (domingo)
14 de Abril de 2017 – Sexta-feira Santa
17 de Abril de 2017 – Segunda-feira de Páscoa
1˚ de Maio – Dia do Trabalho (Segunda-feira)
25 de Maio de 2017 – Ascenção de Jesus (quinta-feira)
3 de Junho de 2017 – Pentecostes (segunda-feira)
3 de Outubro – Reunificação Alemã (terça-feira)
31. de Outubro de 2017 – Dia da Reforma Protestante (válido na Alemanha toda apenas em 2017) (terça-feira)
25 de Dezembro – Primeiro dia de Natal (segunda-feira)
26 de Dezembro – Segundo dia de Natal (terça-feira)

É isso!


(Publicado em 8 de Fevereiro de 2017, 65 dias antes do próximo feriado! 😦 )

 

Sternsinger – Cantores da Estrela

Esse blog já tem 3 anos e meio. Eu nunca teria imaginado, quando comecei a escrever, que teria assunto o suficiente pra continuar escrevendo por 4 anos. Mas mesmo depois de tanto tempo eu ainda frequentemente me deparo com coisas que eu nunca tinha percebido antes e que dão um ótimo post.

Recentemente, por exemplo, notei uma coisa curiosa na porta da casa dos meus sogros:

img_3145

Aqueles escritos ali em cima da porta: 20 * C + M + B + 16.

Não era exclusivo da casa deles. Achei várias outras casas na vizinhança e também em outras cidades com escritos similares:

img_2027img_2028

A maioria das casas que vi tinha apenas “20 * C + M + B + 16“, mas a dos meus sogros em especial (a porta azul acima) tinha vários: 20 * C + M + B + 12, 20 * C + M + B + 14, 20 * C + M + B + 15 e 20 * C + M + B + 16, sendo o último o que estava mais claro, os outros mais apagadinhos.

Quem escreveu esses estranhos códigos? O que eles significam? Porque alguns estão mais apagados que os outros? Como que em 4 anos de Alemanha eu nunca tinha notado esses negócios escritos em vááárias portas??

As respostas para essas perguntas não foram difíceis de descobrir, qualquer alemão saberá te dizer o que significam esses códigos. São uma benção à casa.

No dia 6 de Janeiro, o dia dos três reis magos, grupos de crianças vestidas de três reis magos (ou 4, ou 5, ou quantos reis magos (e rainhas magas) forem necessários para o grupo de crianças em questão) carregando uma estrela vão de porta em porta cantando umas músicas e oferecendo uma bênção para a casa, em troca de uns trocados para projetos de caridade das igrejas, e também uns doces – que né, doces são sempre necessários.

Assim:

Hans Kadereit – Wikipedia

Chamam-se “Sternsinger”, ou “Cantores da estrela”

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Vários grupos de Sternsinger reunidos na igreja. Hans Kadereit – Wikipedia

E os códigos? 20 * C + M + B + 16? Os códigos são a bênção em si, que as crianças escrevem com giz. Os números, vc já deve ter concluido, significa o ano, no caso 2016. CMB é uma sigla para a frase em latim “Christus mansionem benedicat“, “que Cristo abençoe essa casa”. Mas também são popularmente interpretados como os nomes dos três reis magos: Caspar, Melchior e Balthasar. Só não sei como as crianças conseguem escrever a tal bênção lá no topo da porta… suponho que algum adulto dê uma ajudinha!

A benção do ano atual você encontra em várias portas, mas em algumas poucas portas você encontra ainda, meio apagadinho, as bênçãos de anos anteriores, como na porta dos meus sogros. Algumas casas têm até uma pequena lousinha na porta, especificamente pra esse fim (como a segunda foto lá em cima, da porta branca).

É isso! Um fato curioso que pode passar facilmente despercebido se você mora em apartamento! Agora fiquei pensando que teria feito mais sentido escrever esse post no dia 6 de Janeiro… oh well, 6 de Setembro é quase 6 de Janeiro!


(Publicado em 6 de Setembro de 2016)

Religião na Alemanha

Religião é um tema curioso na Alemanha. A população é bem dividida em três partes: Não-religiosos (34%), Católicos (29,9%) e protestantes (29,8%), de acordo com estimativas de 2014. Essa separação entre as duas vertentes da religião cristã se vê com clareza entre os estados – alguns com maioria protestante, outros com maioria católica. Os estados católicos têm alguns feriados religiosos diferentes dos estados protestantes, por exemplo, além de alguns costumes e tradições que também se dividem entre a parte católica e a parte protestante.

Eu talvez não seja assim a pessoa mais indicada para discutir religião dado minha incorrigível irreligiosidade (caio nos 34% de ateus e agnósticos), mas de estatística e história entendo um pouco. Na Alemanha tem uma alta presença de protestantes basicamente porque é daqui que veio o Martinho Lutero – pai do protestantismo -, mais especificamente da cidade de Eisleben, na Saxônia-Anhalt, que fica na parte da Alemanha que foi a Alemanha Oriental. Então eram mais os estados da Alemanha Oriental que eram protestantes, e os do Oeste e Sul da Alemanha, católicos.

Só que com o final da Segunda Guerra Mundial e conseqüente separação da Alemanha em duas, a Alemanha Oriental passou a ser regida pelo regime socialista. E como socialismo e igreja não são super melhores amigos, durante os anos de Alemanha Oriental a população daquele lado (ou melhor, desse lado, já que estou na Saxônia) foi gradualmente ficando menos e menos religiosa. E desde a reunificação das duas Alemanhas, ambas as religiões estão perdendo fiéis enquanto o número de pessoas que não são afiliadas a nenhuma religião continua crescendo.

O resultado é que hoje a região que era antes a Alemanha Oriental é a região menos religiosa do mundo.

Um mapa para ilustrar melhor:Konfessionen-in-Deutschland(Bowzer – Wikipedia)

Como fica claro nesse mapa, são exatamente os estados da Alemanha Oriental que tem hoje maioria de pessoas que não seguem nenhuma religião.

No geral a Alemanha é bem de boa com religião. Embora o partido do governo chame-se União democrática cristã, religião quase não entra na política. Radicais religiosos querendo criar leis impondo suas morais e visão de mundo pro resto do país são minoria, se é que existem. Nas questões políticas mais polêmicas que costumam ser fortemente influenciadas pela igreja, a Alemanha é parcialmente progressista. O aborto, por exemplo, é legalizado, e já é discussão do passado. Mas por outro lado o casamento gay ainda não foi legalizado. A alternativa da União Estável já é possível para pessoas do mesmo sexo desde 2001, e segundo pesquisas desse ano, 74% dos alemães são a favor da legalização do casamento gay, também. Então é muito provavelmente só uma questão de tempo.

Em termos de religião, o que na Alemanha é bem esquisito e diferente, é que se você for afiliado a uma das igrejas maiores (basicamente se vc for protestante ou católico), a receita federal recolhe o dízimo junto com o Imposto de Renda!

*momento para exclamações*

Sim, você leu certo. Se vc faz parte de uma igreja, aqui, vc é obrigado a pagar o dízimo, junto com o seu IR. Se não me engano, o valor varia entre 8 e 9% do imposto. Quer dizer, se vc paga, sei lá, 1000 euros de IR, daí tem que pagar mais 90 euros para a sua respectiva igreja. Não é tanto, 9% do imposto, mas de pouquinho em pouquinho, não é por acaso que a igreja católica alemã é a maior contribuinte dos cofres do vaticano! (Ouvi dizer, não tenho fontes confiáveis)

Mas a Alemanha não é o único país a recolher dízimo no IR, alguns outros países na Europa também o fazem.

Basicamente até agora eu só falei de católicos, protestantes e ateus. Mas e os outros? Da população que não é nem católica, nem protestante, nem não-religiosa (aproximadamente 10%), os alemães se dividem principalmente entre muçulmanos, judeus, budistas, hindus e outras vertentes do cristianismo (sendo cristãos ortodoxos os mais comuns). A maioria dessas outras religiões são praticadas por imigrantes ou alemães de origens não-alemãs. Muçulmanos são os mais comuns, somando entre 2,6 a 5% da população total. E quando se trata de muçulmanos, infelizmente a Alemanha já não é mais tão de boa. Os muçulmanos sofrem fortes preconceitos pelo resto da população. Não é ainda tão sério como na França, que proíbe burqas, nem como na Suiça, que foi ainda mais longe e proibiu a construção de minaretes (a torre das mesquitas de onde o muaddin chama o povo para as orações, o correspondente islâmico das torres de sinos de igrejas cristãs). Só que sendo minoria, aparecem sempre controvérsias e casos polêmicos, como as decisões recentes de cortes alemãs de que escolas podem obrigar alunas muçulmanas a participarem das aulas de natação, e de que professoras muçulmanas de escolas públicas não podem usar o véu dentro da escola. A Alemanha ainda tem a evoluir em respeito a liberdades religiosas e em se entender com a comunidade muçulmana do país.

Para finalizar, mais três mapas da Alemanha (com dados censitários de 2011) mostrando a porcentagem respectivamente de católicos, protestantes, e não-religiosos por municipalidade alemã:

Católicos
(Michael Sander – Wikipedia)

Protestantes
(Michael Sander – Wikipedia)

 

Sem religião (Michael Sander – Wikipedia)


(Publicado em 6 de Janeiro de 2014, dados atualizados em 07 de Setembro de 2016)

(Já visitou nossa página no facebook? Clique no logo em cima do calendário, ali na coluna da direita!)

Natal na Alemanha 3: Outras coisas

Depois das decorações e comidas, só faltou abordar algumas informações mais gerais sobre o Natal na Alemanha.

Nos diferentes países onde se comemora o Natal, há diferenças sobre o momento em que a maior comemoração acontece e momento de troca de presentes, e tal. Aqui na Alemanha, pela minha experiência – não sei dizer se vale para todas as famílias ou não – as pessoas trocam presentes no dia 24 a noite. A meia noite do dia 24/25 não têm tanto significado aqui como no Brasil, ninguém fica esperando a meia noite para dar feliz natal. Dia 24 já é dia de dar feliz natal. Fogos de artifício não são comuns, mas esse ano eu ouvi alguns ao longe, à meia noite. Mas não é normal, não.

Claro que essas coisas não necessariamente valem para todas as famílias, são a minha experiência pessoal por aqui. Talvez em outras famílias as crianças abram os presentes só no dia 25, não sei. Tem papai-noel aqui também, mas acho que não é tããão importante contar história de papai-noel pras crianças, e nem tem aqueles papais-noéis de shopping. Um alemão me disse – embora eu não tenha confirmado a história – que em algumas regiões da Alemanha, ao invés do papai-noel, é o menino Jesus que entrega presentes. Se já era estranho receber presentes de um senhor de roupas vermelhas que viaja em um trenó voador levado por renas, recebê-los de um nenê recém-nascido é igualmente curioso… Papai-noel em alemão, a propósito, é Weihnachstmann, ou homem do Natal.

Ah, estou aqui lendo o artigo da wikipedia sobre Natal e parece que as maiores diferenças estão entre as regiões protestantes e as regiões católicas da Alemanha. Em termos de religião, a Alemanha tem 3 principais vertentes (preciso fazer um post sobre isso), 30% é católico, 29% protestante e 34% não seguem nenhuma religião. Então as diferenças de comemorações natalinas estão entre as regiões católicas e as regiões protestantes. (papai noel parece que é mais comum entre os protestantes, comemorar principalmente o dia 24 também, enquanto os católicos comemoram principalmente o dia 25… mas enfim, detalhes eu desconheço. Na dúvida, imagine que as minhas informações valem para os protestantes já que a família com quem eu passo o Natal é protestante).

Os alemães também fazem amigo-secreto de vez em quando, mas é beeeeeem menos comum que no Brasil, onde todo grupo de amigo faz amigo-secreto todo ano. Aqui eu nunca vi, mas perguntei e me disseram que existe. Chama-se Wichteln, em alemão. Mas as variantes amigo-da-onça, amigo secreto ladrão, etc, acho que não existe, não.

E para finalizar, uma particularidade curiosa é que dia 26 de Dezembro também é Natal, aqui. Não sei exatamente o porquê, mas dia 26 é também feriado, ninguém trabalha, e é dia de fazer coisas com a família assim como nos dias 25 e 24.

Fröhliche Weihnachten!

O Christmas tree


(Publicado em 26 de Dezembro de 2013)

 

 

Natal na Alemanha 2: Comida

Antes de falar das comidas típicas natalinas na Alemanha, preciso comentar que essa é nada mais nada menos que 0 50˚ post desse blog! Quando comecei, nem sabia que ia ter assunto pra tanto post, mas cá estamos!

Mas vamos para o que interessa: começando com algumas coisas regionais, em Dresden come-se com freqüência, no Natal, um bolo/pão doce meio parecido com panetone chamado Stollen. Vêm, às vezes, em belas latas com imagens bonitas de Dresden.

Eu nunca fui muito fã das frutas cristalizadas, mas as latas são super chiques. E tem outros tipos de Stollen além dos tradicionais, como o Mohnstollen, que é mais parecido com um rocambole.

Bem comum para a época do Natal, na Alemanha, são também cookies. Vários tipos diferentes de cookies, um mais gostoso que o outro.

IMG_4053

E também típicos são os bolinhos de gengibre, que podem não apenas ser comidos normalmente como bolinhos, mas podem também ser usados para a construção de maravilhosas casas de bolo de gengibre, decoradas com doces, açúcar e chocolate. Um sonho de consumo para qualquer criança.

1466263_10202110177571244_547422879_n

E é bem mais fácil de fazer do que parece. Mas na dúvida, dá para comprar uns kits com tudo semi-pronto e só montar. (Boring!)

Quanto à ceia de Natal, certamente tem variações de família para família. Enquanto vários comem o peru de sempre, outros têm suas próprias tradições específicas para a ceia. Mas pode ter certeza que uma ceia de natal numa casa alemã terá uma mesa híper bonita e decorada!

IMG_3972

Nesse caso, a tradição de ceia natalina era fondue de carne. Também nada mal!

No geral pode-se dizer que Natal na Alemanha é bem Natal de filme, mesmo.

Na próxima e última parte do post sobre Natal, algumas informações mais gerais e finais!

Feliz Natal!


(Publicado em 25 de Dezembro de 2013)

Natal na Alemanha 1: Decorações

Escrever um post sobre as tradições natalinas daqui é um pequeno desafio. Embora existam particularidades gerais, aqui como em qualquer lugar, as tradições variam bastante de família para família. E como eu também não conheço uma enorme variedade de famílias alemãs, fica difícil dizer o que é particular e o que é geral.

Mas vamos lá.

Primeiro talvez convenha falar de algumas decorações típicas por aqui. Os Alemães não são muito de fazer grandes decorações na casa toda, encher de luzes e papais-noéis, como em filmes americanos. Mas algumas luzes e, claro, a árvore de Natal são um must. Só que aqui a árvore sempre é de verdade. Se você quiser achar uma árvore de natal de plástico para comprar, acho que só pela internet em site estrangeiro, e os alemães vão te olhar com sobrancelhas erguidas ao máximo se encontrarem uma árvore de natal de plástico na sua casa. Melhor não arriscar. Esquisitamente, me parece que eles só enfeitam a árvore de Natal no dia 24.

Na Saxônia, o estado alemão onde moro, existem algumas decorações típicas da região, comuns durante o Natal. A primeira é uma estrela grandona com uma lâmpada dentro chamada Annaberger Faltstern para pendurar na janela.

IMG_3616

Dá para comprar de vários tamanhos, mas as mais comuns são as grandonas, mesmo. Nos mercados de natal de Dresden e região, tem barracas que vendem só dessas estrelas, de vários tamanhos e cores, mas todas bem caras.

IMG_3635

Outra decoração comum são os Schwibbogen, um arco de madeira com velas (hoje em dia é mais comum lâmpadas disfarçadas de velas) e todo decorado. Assim:

Pode ter várias caras diferentes, mas são todos uma bela obra de marcenaria. Também para colocar na janela. Normalmente super caros, claro.

Ainda na linha de incríveis trabalhos de marcenaria, tem também as pirâmides de Natal:

Ao acender as velas na base, o ar quente sobe e movimenta a hélice no topo, que faz os carrosséis dos vários andares girarem.

Esses enfeites super complexos de madeira são típicos não da Saxônia inteira, mas da parte sul do estado, a  região conhecida “Erzgebirge” (a serra entre a Alemanha e a República Tcheca). Em Dresden você encontra várias lojas só desses maravilhosos e híper trabalhados enfeites. Os preços variam entre caro, muito caro, realmente muito caro, caríssimo e órgãos para transplante (olhos da cara e outros). Alguns bem simples podem ser encontrados por 100 euros. Os mais complexos e detalhados custam fácil dois, três mil euros. No Oeste da Alemanha você não vê muitos desses, mas eu estive recentemente em Annaberg, uma cidadezinha na Erzgebirge, e lá, realmente em TODAS as janelas de TODAS as casas, TODAS MESMO, tinham esse arco de madeira com velas ou lâmpadas.

Mas se o seu orçamento não permitir, tem algumas outras alternativas aos enfeites típicos para um natal alemão, leia-se, comida típica. Mas esse será o tópico do próximo post, amanhã!


(Publicado em 23 de Dezembro de 2013)

 

Adventos e calendários

Na Alemanha celebra-se nas quatro semanas que antecedem o Natal o Advento. O Advento é o período pré-Natal em que são feitas todas as preparações para a data. É basicamente como se eles fizessem um esquenta pro Natal. Eu também fazia isso quando criança, desenhava um calendário “até-natal” que começava no dia 1˚ de Dezembro e terminava no dia 25 (dia de ganhar presentes), e mostrava, além do número do dia, o número em contagem regressiva até o Natal.

Os alemães fazem quase isso com o calendário de advento, bem comum por aqui. É um calendário que – como o Advento em si – começa no quarto domingo antes do Natal (cai entre 27 de Novembro e 3 de Dezembro) e termina, claro, dia 24.

Cada domingo é um Advento, quer dizer, o primeiro domingo é o 1˚ Advento, segundo domingo é o 2˚ Advento, e assim vai. Portanto têm sempre 4 adventos antes do Natal.

Estou explicando essas coisas que fazem parte da religião cristã, então se pá todo mundo super comemora isso no Brasil também e eu é que não sei. Mas eu nunca ouvi falar de calendário de advento antes de vir pra cá, e aqui faz parte não só da religião, mas da cultura local, mesmo, que nem o Natal em todos os países cristãos. Quer dizer, mesmo que você não siga nenhuma religião em particular, é normal comemorar o Natal, e aqui também os adventos.

Mas voltando ao calendário, o especial é que não é um calendário qualquer, um papel com os dias marcados. Oh, não! O Calendário de Advento é um pouco avançado porque cada dia guarda uma surpresinha!

O comum é cada dia ser uma caixinha, dentro da qual fica um chocolate esperando para ser comido naquele dia. Mas podem ser presentinhos, também. Por exemplo, assim:

Mas o legal é que tem mil maneiras diferentes de fazer um calendário de advento, você pode deixar a sua criatividade fluir e com alguns materiais de jardim da infância (papéis coloridos, cola, tesoura sem ponta…) montar o seu próprio calendário de advento personalizado!

Eis aqui apenas alguns poucos exemplos:

sticka-advent-kalender-handarbete-pyssel-tips-ide-inspiration-728x600

Enfim, infinitas possibilidades. Dá até para tentar convencer seu gato a comemorar o Natal comprando um calendário de advento dourado gourmet para gatos:

Outra coisa comum para a época do Advento é a “coroa” de advento. Não sei se o nome seria esse em português, o wikipedia nem tem página em português sobre o assunto. Mas a tal coroa é que nem uma guirlanda daquelas de pendurar na porta no Natal, só que para ser deixada na mesa. Em volta da guirlanda têm quatro velas, para serem acendidas uma a cada domingo de Advento.

E também a coroa de advento pode ter diferentes formatos, como essa que ganhamos no ano passado:

IMG_8480

E, claro, se você for religioso, além das coisas legais têm também todo domingo uma missa especial com histórias específicas da bíblia para cada advento, o padre acende a vela da tal coroa durante a missa, etc.

Se igreja não for a sua praia, no mínimo os presentinhos diários valem a pena! Difícil é se controlar para não abrir todos de uma vez…

tutorial_slider_top_Bosch_MT_Fenster-Adventskalender_Final_mit_Tool


(Publicado em 9 de Dezembro de 2013, atualizado em 13 de Dezembro de 2015)

 

Nikolaustag

Nikolaustag, ou Dia de São Nicolau, é uma data comemorada em alguns países da europa em 6 de Dezembro, celebrando São Nicolau. Nicolau foi um bispo cristão grego do século IV, conhecido pela sua reputação de presentear anonimamente colocando moedas nos sapatos que eram deixados às portas das casas, o que deu origem à lenda contemporânea do Papai Noel. Em outros países as comemorações cristãs do dia de São Nicolau são mais importantes, mas aqui na Alemanha é uma coisa mais voltada às crianças.

Os pequenos têm que limpar suas botas – as de inverno ou as de borracha para dias chuvosos, que todas as crianças alemãs têm – e colocá-las à porta de casa. Os pais insistem que durante a noite passa o São Nicolau deixando doces e às vezes pequenos presentes dentro das botas. Eu suspeito que seja só uma maneira inteligente de convencer as crianças a limpares suas próprias botas.

Se eu fosse criança iria arranjar botas bem grandes…

IMG_9173

Só que as opções de “doces” são um pouco duvidosas.Tudo bem, sempre vem um chocolate em formato de São Nicolau, mas além do chocolate deixa-se tipicamente também laranjas e amendoins. (?)

O interessante é que, por causa da data de São Nicolau, as crianças sabem que o nome do Papai Noel é Nicolau. (Em alemão, o papai noel chama-se Weihnachtsmann, ou “homem do Natal”).

O que pode ser inconveniente para pessoas chamadas Niklas ou Nikolas. Como é o caso do meu namorado. Que em certa ocasião telefonou para alguém, e atendeu uma criança de 5 anos. Seguiu-se o seguinte diálogo:

“Oi, aqui é o Niklas! Posso falar com a sua mãe, Silke?”
“Nikolaus!? Porque você está ligando? Faltou entregar algum presente?”
“Já está meio tarde para presentes, não?”(era fevereiro) “A sua mãe está?”
“Tá, peraí. Mãããããe, é o papai noel!!”

Mas embora seja voltado às crianças, também não é má idéia aproveitar a data para trocar presentes com seus colegas de apartamento!

1461234_10202659730349909_25930631_n


(7 de Dezembro de 2013)

Martinstag

Martinstag, ou Dia de São Martinho, é uma data religiosa comemorada em alguns países da Europa Central e do Norte, incluindo, claro, a Alemanha. A data oficial é dia 11 de Novembro, mas a comemoração referente costuma ocorrer em diferentes datas, de acordo com a conveniência da escola. Escola?

Eu não sei se outras pessoas comemoram o Martinstag por algum motivo qualquer, mas pelo menos por aqui é tipicamente uma festinha do jardim da infância.

Mas espere, antes de mais nada. Quem é esse tal São Martinho? O Lutero? Não, o Martinho em questão é o São Martinho de Tours, conhecido pela história em que ele corta seu casaco na metade para dividi-lo com um mendigo durante uma nevasca.

El_Greco_-_San_Martín_y_el_mendigo

Ele é também conhecido por ser amigo das crianças e padroeiro dos pobres.

Embora seja comemorado pelas escolinhas, não é uma comemoração brega chatinha. É bonitinha porque as crianças saem andando em grupos pela cidade com “lampiões”. Sei lá qual o melhor nome, mas são assim:

Tradicionalmente a procissão das criancinhas é puxada por alguém representando o São Martinho, em um cavalo. Mas acho que não é sempre que a escolinha arranja um cavalo pro evento… E voltando à história da data mais conveniente, como depende um pouco da escola, e a maioria prefere fazer o evento numa sexta-feira para ficar mais fácil para os pais participarem, em diferentes dias de Novembro você vê criancinhas com lampiões andando por aí.

Mas a comemoração não se limita à procissão. A mesma termina em uma fogueira, onde as crianças se juntam e comem o Martinstag Weckmann, um pãozinho em forma de homenzinho com um charuto.

Também faz parte da tradição do dia de São Martinho, comer ganso. Segundo a lenda, para evitar tornar-se bispo, São Martinho teria se escondido em um viveiro de gansos. Mas os gansos cacarejaram (cacarejaram?) e delataram o pobre São Martinho.

Eu nunca vi essa parte, mas de acordo com alguns alemães ocidentais, depois da procissão as crianças vão em grupinhos de porta em porta cantar músicas típicas de São Martinho para ganhar doces. Como cai normalmente no início de novembro, o dia de São Martinho é meio que a tradição alemã “comparável” ao Halloween. (com a diferença de que para ganhar doces as crianças cantam musiquinhas fofas ao invés de ameaçar os adultos com travessuras).

Embora Halloween não seja tradição na Alemanha, aos poucos mais e mais crianças saem com fantasias no dia das bruxas para pedir doces na vizinhança. Não é super comum, mas talvez apareçam um ou dois grupos de monstrinhos e bruxinhas à sua porta dizendo “Süßes oder Saures!”, a versão alemão de Trick or Treat.

Sou mais manter o tal dia de São Martinho, é mais simpático!


(Publicado em 17 de Novembro de 2013)

Páscoa na Alemanha

A Páscoa pode ser uma data um tanto deprimente para brasileiros morando na Alemanha.

Acordar no domingo de páscoa com enormes ovos de chocolate esperando para serem comidos? Esquece. Ao visitar supermercados alemães perto da Páscoa você não vai passear por infinitos túneis de ovos de chocolate.

A tradição para a Páscoa é pintar a casca de ovos normais, cozidos, daqueles com clara e gema, e tal, e escondê-los pela casa para as crianças procurarem. Bom, quem esconde, oficialmente, é o coelho da Páscoa.

Agora, o que é que encoraja uma criança a passar a manhã de um domingo procurando ovos NORMAIS pela casa eu não sei dizer.
Tá, ovos pintados são bonitinhos, mas note a diferença:

Para não ser totalmente injusta, os alemães também comem chocolate na páscoa. Ovos de chocolate também existem, mas são daqueles minúsculos, de uns 3 cm de altura, sabe? Ou no máximo do tamanho de um ovo normal. Eles também escondem esses, de chocolate, junto com os normais, às vezes.

Mas é comum dar para as crianças coelhos de chocolates. Bons, sim, mas simples, só um chocolate fino em formato de coelho, sem nada dentro.

Eis os produtos pascoáveis que encontrei disponíveis nos supermercados para a Páscoa:

IMG_1953

Esses coelhos dourados da Lindt são os mais comuns, acho. Tem coelhos de todos os tamanhos, e alguns pacotes de mini-ovinhos.

Mas você pode também comprar coelhos Milka:

IMG_1827

Coelhos Kinder ovo:

IMG_1999

E até os ovos normais você pode comprar já pintados, prontos para serem escondidos. (?)

IMG_1952

É definitivamente menos delicioso, mas, pelo menos, representa uma considerável economia para os pais, comparando aos nossos ovos da Páscoa no Brasil que cada ano atingem preços cada vez mais incrompreensíveis…

Ah, e eles também fazem árvores de Páscoa!

IMG_2020

Algumas famílias também fazem um bolo em formato de cordeiro. Assim:

Até que parece gostoso!

Mas uma coisa sim é bem melhor na Páscoa alemã que no Brasil… Segunda feira depois da Páscoa também é feriado! XD


(Publicado em 31 de Março de 2013)